logo-peecelesc-peqlogo-celesc

ANEEL PEE - horizontal colorido

Nossas notícias

Bônus Fotovoltaico - Acompanhe o andamento do projeto

2017-03-24 10:40:00

A distribuição dos equipamentos no estado foi feita de acordo com a divisão estadual em mesorregiões.

A quantidade de sistemas para cada mesorregião é diretamente proporcional ao número de Unidades Consumidoras Residenciais e à irradiância de cada mesorregião, conforme mapa abaixo.

BELF Dist

 

Lista de Interessados

Clique no link abaixo para a listagem de todas as tentativas de inscrição no projeto. Esta listagem conta com todas as 11925 tentativas de inscrição realizadas entre os dias 20 e 24 de fevereiro de 2017.
Lista de Interessados

Dessas 11.925 tentativas de inscrição, 5.220 foram aprovadas na primeira etapa de verificação e seguiram para a segunda etapa de verificação.

 

Etapas de Verificação

 

Na Primeira Etapa de Verificação são avaliados os seguintes requisitos:

A) O cliente deve estar adimplente com a Celesc (em todas as Unidades Consumidoras em seu nome). Débitos de Unidades Consumidoras que não estão mais em seu nome, mas que estavam em seu nome na época do débito também são consideradas;

B) A Unidade Consumidora deve ser RESIDENCIAL;

C) Deve haver um número de CPF cadastrado na Celesc para a Unidade Consumidora inscrita;

D) O consumo médio mensal dos 12 meses anteriores à data do cadastro deve ser de no mínimo 350,0 kWh. Para inscrições realizadas em fevereiro, isso equivale a somar os consumos de fevereiro de 2016 a janeiro de 2017 e dividir por 12. Para clientes com mais de uma Unidade Consumidora em seu nome, é considerada a soma de todas as Unidades Consumidoras;

E) O interessado deve responder ao questionário, indicar que as informações são verdadeiras e indicar que está de acordo com as regras do projeto.

 

Na Segunda Etapa de Verificação são avaliados os seguintes requisitos:

A) O telhado deve possuir espaço suficiente para colocação dos módulos, ou seja, 20 m2 contínuos;

B) A inclinação da parte do telhado onde ficarão os módulos deve ser entre 15º e 35º;

C) A orientação da parte do telhado onde ficarão os módulos deve ser Norte (verdadeiro), com um desvio máximo de 30º.

 

Cronograma Preliminar de Instalação

 

Grande Florianópolis: abril – maio – junho

Norte: agosto – setembro – outubro

Oeste: setembro – outubro – novembro

Planalto Serrano: novembro

Sul: junho – julho

Vale do Itajaí: junho – julho – agosto – setembro

 

 

Marca e modelo dos materiais

 

Inversores (3 kW)

Marca: ABB

Modelo: UNO-3.0-TL-OUTD

 

Módulos (265 Wp)

Marca: JA Solar

Modelo: JAP6-60-265/4BB

Cada sistema do projeto é composto por 1 inversor e 10 módulos

 

Medição & Verificação Remota

 

O Projeto "Bônus Eficiente - Linha Fotovoltaica" é um projeto do Programa de Eficiência Energética ANEEL / Celesc.

Este programa prevê o monitoramento de todos os sistemas fotovoltaicos instalados por pelo menos um ano após a instalação.

Ao encerrarmos a instalação de todos os sistemas, o que deve ocorrer no final de 2017, será iniciado o monitoramento total dos 1000 sistemas, o que ocorrerá durante o ano de 2018 e por isso é importante o consumidor ter ciência de que não poderá desinstalar o sistema, e nem retirar a conexão com a internet até 2019.

 

 

 

Comentários   

 
0 #84 LeonardoRZ 20-07-2018 19:16
Cristiano, o valor que você recebe em forma de créditos pela "venda" de energia é exatamente aquele que você paga quando "compra" energia da CELESC, Porém a diferença a que você se refere é dada pela cobrança de impostos nessa transação (ICMS que em SC é de 25%). Ex.: você vende 100kva à R$100, mas na hora de você recomprar essa mesma energia, vai pagar R$125 (R$100 pela energia e R$25 de ICMS).
Porém o projeto de isenção de ICMS para microgeração em SC (um dos últimos estados da Federação que ainda cobram) já está em aprovação na ALESC e deverá entrar em vigor antes das eleições. Mas lembre-se que você nunca conseguirá zerar sua conta de luz, mesmo que gere mais energia do que consome devido ao pagamento da taxa mínima de disponibilidade de energia. Espero ter sido claro.

Citando Cristiano Giovani Te:
Alguém sabe a relação de proporção? Hoje pago 0,76 por kw/h e meu consumo é de 700 kw/h por mês.
Citar
 
 
0 #83 Cristiano Giovani Te 20-07-2018 14:48
É bom saber disto. Estava pensando em investir na tecnologia, mas vendo os comentários percebo que vou gerar energia e vender a preço de custo para a celesc, enquanto que eles me cobram com seus lucros e impostos. A ideia de diminuir o valor da fatura em 80% por gerar quase todo meu consumo é errada, tendo em vista que pagam bem menos pelo kw gerado. Alguém sabe a relação de proporção? Hoje pago 0,76 por kw/h e meu consumo é de 700 kw/h por mês.
Citar
 
 
+5 #82 Leandro Schattschnei 19-03-2018 12:47
Olá Celesc, o programa terá novas inscrições ou um novo incentivo para novos clientes em 2018?
Citar
 
 
0 #81 LeonardoRZ 13-03-2018 13:45
Boa tarde!
Como já era esperado, passaram-se 45 dias com o sistema 100% instalado e ainda nenhum contato da CELESC para a troca do medidor! Pelo que vimos também em outros comentários, foi grande a falta de planejamento deste projeto! Alguém sabe de um canal de acesso com a CELESC para podermos cobrar a troca do medidor?

Citando LeonardoRZ:
Minha instalação está pronta desde 01/dez/2017, faltando apenas o inversor que foi instalado somente nessa última sexta, dia 26/01/2018 (quase 60 dias de espera pelo inversor).
Agora, a informação é de que a CELESC tem até 30 dias para efetuar a troca do medidor. Veremos...
Citar
 
 
+1 #80 ELIO WOLFART JUNIOR 21-02-2018 11:07
EU TAMBÉM NÃO ACHO ISSO JUSTO, POIS O CORRETO SERIA COMPENSAR 1 KW/H GERADO POR 1 KH/W CONSUMIDO E COBRAR APENAS AQUILO QUE FOI CONSUMIDO ALÉM DO PRODUZIDO, ESTA SERIA A FORMA MAIS JUSTA NO MEU ENTENDER, POIS A ENERGIA QUE INJETAMOS NA REDE É CONSUMIDA POR OUTRO CONSUMIDOR QUE ESTÁ PAGANDO NA SUA FATURA O KW/H E TODOS OS SEUS IMPOSTOS. NO MEU ENTENDIMENTO QUANDO NOS DÃO O DESCONTO DO KW/H SEM DESCONTAR O IMPOSTO, ESTÁ OCORRENDO UMA BI-TRIBUTAÇÃO.
Citar
 
 
+1 #79 Djenifer 21-02-2018 09:52
Citando Valcir Pandini:
Prezados, gostaria de saber de algum dos colegas que já está com o sistema em operação, como está sendo feito o desconto? Estou achando o abatimento "injusto", visto que estão me cobrando na fatura, valores mais altos por kw/h, bem como tarifas e impostos calculados em cima do valor total, e depois disso eles fazem a devolução do que foi gerado, e nesse caso devolvem por kW/h bem menos do que cobram. No final das contas, temos que comprar a energia mais cara, pagar por impostos e taxas, e na hora de receber o abatimento, recebemos menos pela nossa energia, e os impostos e adicionais de bandeira vermelha, etc.. não são devolvidos. Com isso a economia está bem menor do que imaginávamos, :sad: . Alguém mais já conferiu a fatura? O abatimento está justo? Se continuar assim vou demorar quase 6 anos só para recuperar o investimento, complicado.


Estou com as mesmas dúvidas, não pagam o que cobram!
Citar
 
 
+3 #78 Edival 07-02-2018 21:01
Citando Joelson:
MEU DEUSSSSS
Se no começo eu soubesse que teria tantos problemas assim, não teria assinado o contrato desse BONUS FOTOVOLTAICO.
Agora o sistema está todo montado e pronto, mas um funcionário da Celesc-Joinville (Márcio Godoi), negou a instalação alegando que eu tenho que mudar a entrada de energia na minha residencia, mesmo eu informando que o NOVO PADRÃO DE ENTRADA DPS é somente para as residencias novas a partir de 2015, e a minha residencia ja tem 20 anos, sem falar que nem o edital 16/02545 nem o programa falam de mudar a entrada para o NOVO PADRÃO DPS = QUE FURADA ME METI :sad: :sad: :sad: :sad: :sad:


Mesma coisa comigo. Também sou de Joinville, tive que gastar 2mil reais para trocar poste e fazer a entrada nova. Realmente em nenhum lugar informa isso. Ou é falha da engie em orientar ou exesso dos funcionários da Celesc. O problema que você fica amarrado a eles. E acaba tendo que fazer.
Citar
 
 
+3 #77 Joelson 07-02-2018 20:50
MEU DEUSSSSS
Se no começo eu soubesse que teria tantos problemas assim, não teria assinado o contrato desse BONUS FOTOVOLTAICO.
Agora o sistema está todo montado e pronto, mas um funcionário da Celesc-Joinvill e (Márcio Godoi), negou a instalação alegando que eu tenho que mudar a entrada de energia na minha residencia, mesmo eu informando que o NOVO PADRÃO DE ENTRADA DPS é somente para as residencias novas a partir de 2015, e a minha residencia ja tem 20 anos, sem falar que nem o edital 16/02545 nem o programa falam de mudar a entrada para o NOVO PADRÃO DPS = QUE FURADA ME METI :sad: :sad: :sad: :sad: :sad:
Citar
 
 
+2 #76 LeonardoRZ 29-01-2018 14:10
Minha instalação está pronta desde 01/dez/2017, faltando apenas o inversor que foi instalado somente nessa última sexta, dia 26/01/2018 (quase 60 dias de espera pelo inversor).
Agora, a informação é de que a CELESC tem até 30 dias para efetuar a troca do medidor. Veremos...
Citar
 
 
+2 #75 Antônio 27-01-2018 08:24
Pois então. Estou com meu sistema instalado desde outubro de 2017 porém a celesc ainda não substituiu o medidor por um bidirecional. E meu aparelho ainda não gera energia. Ai pessoal da Celesc vamos agilizar os serviços vamos...
Citar